Prefeitura de Osasco irá conceder anistia para contribuintes devedores de IPTU e ISS

Advertisement
Advertisement

O prefeito de Osasco, Jorge Lapas, sancionará na sexta-feira (11/11), a Lei 4780/2016 que reabre os prazos para adesão ao Programa de Parcelamento Especial de Osasco (PPEO). Com a aprovação da lei, a partir do dia 17 de novembro, o contribuinte que deseja quitar seus débitos e/ou renegociar suas dívidas municipais poderá comparecer à Prefeitura de Osasco e deixar suas contas em dia.

A anistia concederá isenção e desconto de até 100% em multas e juros das dívidas municipais como IPTU, ISS, taxas e multas (com exceção das multas de infrações à legislação de trânsito, multas por descumprimento de contratos e valores decorrentes de decisões judiciais) aos contribuintes pessoa física e jurídica que quitarem suas pendências em parcela única. Para pessoas jurídicas, a regularização do débito ainda contribui para a participação de concorrências públicas.

O atendimento será realizado de segunda à sexta-feira, das 8h30 às 16h30, na Praça de Atendimento da Secretaria de Finanças.

São três fases de adesão ao Programa de Parcelamento Especial de Osasco.

Confira os prazos e descontos:

img_8312 img_8313 img_8314

Serviço:

Local: Praça de Atendimento da Secretaria de Finanças

Endereço: Rua Narciso Sturlini, 201 – Vila Campesina (Ao lado do estacionamento do Paço Municipal)

Dia: A partir do dia 17 de novembro (quinta-feira)

Horário: Das 8h30 às 16h30

Dúvidas: Ligar para 156 (24 horas por dia, 7 dias por semana)

Documentos necessários:

Veja também  PSDB reúne irmãos na eleição para Câmara dos Deputados

Pessoa física:

a) cópia do documento de identidade;

b) comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas;

c) cópia de comprovante atualizado de endereço.

Pessoa jurídica:

a) cópia do contrato ou estatuto social;

b) comprovante de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas; e

c) documento que dê conta da representatividade do signatário, caso não conste do contrato ou estatuto social.

Para débito IPTU ou ITBI:

a) espelho do lançamento ou carnê do IPTU;

b) cópia da matrícula atualizada do imóvel, ou cópia da escritura do imóvel, ou cópia do compromisso de compra e venda, ou qualquer outro documento que comprove a titularidade do imóvel

Débito ISS ou taxas de instalação, localização, funcionamento ou publicidade, decorrentes dos serviços referentes ao exercício empresarial: cópia do comprovante de inscrição municipal ou qualquer outro documento que comprove a sua inscrição perante a Municipalidade.

Débito diga respeito a preço: cópia de documento que comprove a origem do débito;

Débito diga respeito a outras taxas não especificadas no inciso II deste parágrafo: cópia de documento que comprove a origem do débito;

Débito diga respeito a multa: cópia dos autos de infração ou qualquer outro documento que comprove a origem do débito.

Avaliação média: 4.6
Total de Votos: 16

Prefeitura de Osasco irá conceder anistia para contribuintes devedores de IPTU e ISS
Advertisement

5 comentários em “Prefeitura de Osasco irá conceder anistia para contribuintes devedores de IPTU e ISS

  • 11 de novembro de 2016 em 08:30
    Permalink

    Excelente notícia!

  • 11 de novembro de 2016 em 13:06
    Permalink

    Ta certo, tem que dar oportunidade a quem não pode pagar.

  • 11 de novembro de 2016 em 23:27
    Permalink

    òtimo que a senhora ( Teresinha Bertola Peter) conseguiu pagar em dia seus impostos . Mas quem deve , não é pq quer, e sim pq está em dificuldades financeiras, e com o passar do tempo, com os jutos altíssimos, fica inviável pagar. Então pense melhor antes de sair julgando os “mal-pagadores” em redes sociais.

    • 13 de janeiro de 2017 em 18:00
      Permalink

      Verdade Gui tou com vc..Fui parcelar alguns anos que não estava sabendo..Me fizeram 24 parcelas de 2.100 reais ou 120 de 380.. sou aposentada..Nunca consegui uma isenção…Pior não existe ninguém q possa ajudar..Bando de corja essa prefeitura

  • 13 de janeiro de 2017 em 17:53
    Permalink

    Parcelar em 120 vezes ,porém as prestações são altíssimas por isso as pessoas não conseguem pagar…Ou paguem o que eles informam ou paguem…Eles não se importam se a pessoa tem condições ou não..Hooooo falta de cidadania…

Fechado para comentários.