Cirurgia bariátrica: Tipos de cirurgia e recomendações

Cirurgia bariátrica: Tipos de cirurgia e recomendações – A cirurgia bariátrica é um tipo de cirurgia específico Para o sistema digestivo, e tem como principal objetivo diminuir a quantidade de comida tolerada pelo organismo ou até mesmo para modificar o processo natural da digestão, reduzindo de forma drástica a quantidade de calorias ingeridas e facilitando a perda de peso.

Por ser uma cirurgia bem agressiva,  ela é indicada para tratamento quando a pessoa já não tem outras possibilidades, onde a pessoa já tentou diversas formas para emagrecer e não conseguiu. Essa cirurgia também é recomendada para aqueles casos de excesso de peso quando coloca a vida do paciente em risco.

Quem pode fazer a cirurgia bariátrica?

Em sua grande maioria a cirurgia bariátrica é indicada para pessoas com obesidade acima de grau 2 que após diversas tentativas e tratamentos e também dietas adequadas não conseguiram diminuir o peso.Cirurgia bariátrica: Tipos de cirurgia e recomendações

Além disso, esta cirurgia é indicada para pessoas com idade Entre 16 e 65 anos,Porém com algumas recomendações pelo Ministério da Saúde, sendo elas:

  • IMC igual ou superior a 50 kg/m²;
  • IMC igual ou superior a 40 kg/m², sem perda de peso mesmo com acompanhamento médico e nutricional comprovado durante, pelo menos 2 anos;
  • IMC igual ou superior a 35 kg/m² e presença de outras doenças de risco cardiovascular elevado, como pressão alta, diabetes descontrolada e colesterol alto.

Mesmo com essas informações,  o Ministério da Saúde não aconselha que esta cirurgia seja feita por pessoas que tenham transtorno psiquiátrico não controlado, que fazem utilização de medicamentos controlados em excesso, uso de drogas e bebidas alcoólicas, pessoas com doenças cardíacas ou pulmonar grave, ter hipertensão Portal com varizes esofágicas, pessoas com doenças inflamatórias do trato digestivo alto e diversas outras condições.

Principais vantagens da cirurgia bariátrica

Além de ocorrer uma perda bastante significativa do peso, ao realizar uma cirurgia bariátrica você também vai conseguir os diversos outros benefícios relacionados a doenças associadas diretamente à obesidade, em alguns casos você vai notar uma melhoria em outros casos até mesmo uma cura.

Você pode notar melhora quanto a hipertensão arterial, insuficiência cardíaca insuficiência respiratória, asma, diabetes e colesterol alto, e diversas outras doenças que  vão apresentar melhora após a bariátrica.

Cirurgia bariátrica: Tipos de cirurgia e recomendações 

A partir do momento em que o médico e o paciente decidem que a cirurgia bariátrica é a melhor opção,  o próximo passo é escolher o tipo de cirurgia que deve ser feita, e isso vai depender das condições clínicas da pessoa e também e suas preferências.

Esse tipo de cirurgia podem ser feitas com corte normal no abdômen ou também por videolaparoscopia, onde são feitos pequenos cortes durante a operação.

No caso da banda gástrica, podemos considerar um tipo de cirurgia bariátrica menos invasiva, e consiste em colocar uma banda em forma de anel em volta do estômago, fazendo com que ele diminui de tamanho e contribuindo assim para o menor ingestão de alimentos e de calorias.

Tipo de cirurgia de banda gástrica ela apresenta o menor risco para a saúde e tem um tempo de recuperação é um pouco mais rápido, porém Vale ressaltar que seus resultados podem ser menos satisfatórios que as outras técnicas.

Na opção de bypass gástrico é uma cirurgia mais invasiva no qual o médico acaba retirando uma grande parte do estômago e ligando o intestino a porção direta restante do mesmo, isso vai diminuir o espaço disponível para comida e automaticamente reduzirá a quantidade de calorias absorvidas pelo organismo.

Nos casos do by pass gástrico ele possui grandes resultados permitindo que os pacientes verão com até 70% do seu peso inicial, porém também oferece mais riscos e uma recuperação muito mais.

Outra opção de bariátrica é a gastrectomia vertical neste caso o cirurgião mantém a ligação natural do estômago ao intestino removendo assim apenas uma parte do estômago para tornar menor.  considerado uma cirurgia de menos risco do que o by-pass é uma ótima opção permitindo que os pacientes eliminem até 40% do seu peso inicial.

Veja mais:

Veja também:  Carros com placas final par só poderão rodar em dias pares na cidade de São Paulo, veja regras do rodízio

Tratamento para emagrecer

Dieta Detox

Moderador de apetite

Publicidade