Projeto de lei, que define todos os assentos como preferenciais no transporte coletivo, é aprovado na câmara

Na última semana, com o final de legislatura, os vereadores de Osasco votaram alguns projetos que geram certa polêmica. Como o projeto de lei de autoria do vereador Valdir Roque, que estabelece que todos os assentos no transporte coletivo devem ser definidos como preferenciais, contemplando assim idosos, portadores de deficiência e gestantes.

De acordo com o vereador, autor do projeto, esta nova lei empregará uma mudança cultural, na qual as pessoas deverão passar a respeitar quem têm necessidades. Vale lembrar que preferencial não quer dizer exclusivo. O usuário do transporte também fará uso do assento, desde que não exista nenhum passageiro prioritário.

O projeto agora aguarda sanção ou veto do Prefeito Jorge Lapas.