Após protesto, professores recebem pagamentos, confirma APOS

Na última quarta-feira (30) os professores da rede municipal de ensino, realizaram um protesto em frente à prefeitura de Osasco. A reclamação era referente ao pagamento da carga suplementar e horas extras que defetua ter sido realizado na quarta, segundo a APOS (Associação dos Professores de Osasco e Região). A entidade, na oportunidade, disse ter protocolado uma notificação extraoficial, dando 72h horas para regularização dos débitos.

Até o fim da manhã desta desta sexta-feira (2), o clima era de tensão, a Secretaria de Educação, se comprometeu com o pagamento, mas os docentes prometiam nova mobilização caso o prazo não fosse cumprido. Mas, o desfecho foi feliz, no início da tarde a direção da APOS se manifestou através de seu Facebook, confirmando o pagamento.

Veja também:  Setran intensifica trabalho de sinalização vertical e remove veículos abandonados em bairros de Osasco

Nesta semana o prefeito Lapas, também havia anunciado o cancelamento de processos seletivos que preencheriam cargos de médicos, técnicos de enfermagem e professores, de acordo com ele a medida seria para atender aLei de Responsabilidade Fiscal.

Publicidade