O que é leptospirose: sintomas e transmissão e tratamento

O que é leptospirose: sintomas e transmissão e tratamento – Considerada uma doença infecciosa, a leptospirose é causada por uma bactéria, que pode ser transmitida para o ser humano através da urina e também dos excrementos de animais infectados, principalmente pelos ratos, cães e gatos.

Considerada uma doença de épocas chuvosas, já que com as chuvas, a urina e os excrementos se misturam na água das chuvas, sendo facilmente espalhadas e causam assim a infecção nas pessoas.

O que é leptospirose: sintomas e transmissão e tratamento – Principais sintomas da leptospirose

Antes de falar dos principais sintomas, devemos falar que, os sintomas desta doença costumam aparecer entre 7 e 14 dias após o contato com a bactéria, porém em alguns casos pode não ser identificado os sintomas iniciais da doença, indo diretamente para os sintomas mais graves que são sinônimos de um avanço da doença.

Os principais sintomas da doença são:

  • Febre alta,
  • Dor de cabeça,
  • Dores pelo corpo, sendo destaque a panturrilha, costas e também o abdômen,
  • Perda do apetite,
  • Vômito
  • Diarreia,
  • Calafrios,
  • Olhos avermelhados.

Depois de três e 7 dias do início dos sintomas é possível que ocorra olhos amarelados, pele amarelada, insuficiência renal e também hemorragias, Principalmente as pulmonares.O que é leptospirose: sintomas e transmissão e tratamento

Diagnóstico da leptospirose

O diagnóstico da leptospirose é feito através de um médico clínico geral ou até mesmo infectologista, que através de avaliação dos sintomas, exames físicos e exames de sangue,  assim como hemogramas exames para avaliar a função dos rins e dos fígados, existe também a opção de exame sobre a capacidade de coagulação, com intuito de verificar se existe algum sinal de complicações.

O médico também pode optar por exames moleculares e sorológicos, que vão auxiliar a identificar a bactéria e também os antígenos e anticorpos produzidos pelo organismo.

Transmissão da leptospirose

Como dissemos anteriormente a transmissão da leptospirose é feita por animais e não é transmitida de uma pessoa para outra.  o contágio pode ser feito caso ocorra o contato com a urina ou algum outro suplemento de um animal que esteja contaminado, fora isso não existe a possibilidade de transmissão.

Em sua grande maioria, a leptospirose costuma penetrar as mucosas ou até mesmo ferimentos e arranhões na pele, e  a partir do momento o que é leptospirose está dentro do corpo ela consegue atingir a corrente sanguínea e se espalha pelos órgãos, causando assim as complicações como a insuficiência renal e hemorragias pulmonares.

Tratamento da leptospirose

Em sua grande maioria o tratamento para leptospirose é feito em casa com auxílio de antibióticos que podem ser indicados pelos médicos para consumo de 5 a 7 dias, isso vai depender do nível Clínico da doença.

Existe também a necessidade do repouso e da hidratação ao longo do dia, o médico também pode solicitar o consumo de outros medicamentos para aliviar os sintomas, como os analgésicos e antitérmicos.

Quando é necessário internar

A internação pode ocorrer quando os sintomas forem mais fortes como:

  • Falta de ar,
  • Alterações urinárias,  principalmente com a diminuição Na quantidade de urina,
  • Sangramentos  pela gengiva, nariz, tosse, fezes ou urina,
  • Vômitos frequentes,
  • Queda de pressão ou arritmia,
  • Pele e olhos amarelados,
  • Sonolência ou desmaio.