Aborto espontâneo: Sintomas e Tratamentos e Causas

Aborto espontâneo: Sintomas e Tratamentos e Causas – Muito se ouve a respeito do aborto espontâneo, porém, muitas mulheres não sabem exatamente o porquê isso ocorre, quais são as causas, se é preciso realizar algum tratamento, e tudo mais. E para auxiliar, vamos falar um pouco mais sobre o aborto e tudo mais que você precisa saber nesse momento tão delicado da vida de uma mulher.

O que é Aborto espontâneo?

O Aborto espontâneo é a perda de uma gravidez antes da 20ª semana, e pode ocorrer por diversos motivos, porém, em sua grande maioria ocorre devido a má formação do feto, que não vem se desenvolvendo da forma correta.

Considerada a complicação mais comum da gravidez, principalmente no seu início. Falando em números, de 8 a 20% das gestações clinicamente reconhecidas, com menos de 20 semanas sofreram aborto, sendo 80% destas, nas primeiras 12 semanas de gestação.Aborto espontâneo: Sintomas e Tratamentos e Causas

Existe ainda aqueles casos em que ocorre a perda do bebê sem que a mãe perceba, que totalizam entre 13 e 26% de todas as gestações, porém, os médicos dizem que este número pode ser ainda maior, ja que muitas mães sofrem o aborto antes mesmo de saber que estão grávidas.

Aborto espontâneo: Sintomas e Tratamentos e Causas – Causa do aborto espontâneo

Como já dissemos anteriormente, o aborto pode ocorrer por diversos motivos, porém, em sua grande maioria, ele ocorre devido ao feto não estar se desenvolvendo normalmente. Podem ocorrer também problemas com genes ou cromossomas do bebê, que são erros que ocorrem por acaso conforme o embrião se divide e cresce, e dificilmente são problemas herdados dos pais.

Algumas condições da mãe também podem influenciar no aborto, sendo elas:

  • Diabetes não controlada
  • Infecções
  • Problemas hormonais
  • Problemas no útero ou colo do útero
  • Doenças da tireoide
  • Trombofilias.

O que não causa aborto?

Muitas pessoas acreditam que algumas coisas podem causar o aborto, porém, não deixam de ser mito, pois são atividades de rotina que não levam ao aborto. Essas atividades são:

  • Exercícios
  • Relações sexuais
  • Sustos
  • Quedas da própria altura
  • Trabalho, desde que não haja exposição a produtos químicos ou radiação prejudiciais.

Sintomas de Aborto espontâneo

A maior parte dos Abortos espontâneos ocorrem até a 12ª semana, e alguns dos principais e mais comuns sintomas são:

Sangramento vaginal, com ou sem cólicas, que pode ocorrer muito cedo em sua gravidez, antes de você saber que está grávida, ou mais tarde, depois de ter conhecimento da gravidez

Leve a intensa dor lombar, dor abdominal ou cólicas, que podem ser constantes ou intermitentes

Um coágulo de sangue ou um jato de líquido claro ou rosa que passa pela vagina

Diminuição de sinais de gravidez, como a perda da sensibilidade da mama ou náuseas.

Tratamento de Aborto espontâneo

Se você estiver sofrendo alguma ameaça de aborto espontâneo, o médico pode solicitar que seja feito repouso até que o sangramento pare ou até que a dor desapareça. Em alguns casos, o médico também pode solicitar que seja evitado exercícios e o sexo, porém, vale deixar claro que, essas medidas não são comprovadas para reduzir o risco de aborto, porém, elas podem melhorar o seu conforto.

Em casos de confirmação de aborto, o médico poderá receitar medicação, que vai auxiliar o corpo a expulsar o tecido da placenta, essa medicação pode ser feita através das vias orais, ou o médico pode recomendar a inserção da medicação por via vaginal para aumentar a sua eficácia e minimizar os efeitos colaterais.