Supremo nega Habeas Corpus a Rogerio Lins

A última instância da Justiça brasileira, o Supremo Tribunal Federal (STF), negou na tarde desta segunda-feira (19), o pedido de Habeas Corpus ao prefeito eleito de Osasco, Rogério Lins. A decisão foi do ministro Luiz Fux. A defesa de Lins agora aguarda avaliação do colegiado dos ministros, que deve ocorrer somente após o dia 6 de janeiro, devido às férias forenses.

Este novo revés deixa a situação do vereador complicada e o futuro do comando da cidade incerto. Dia 1º de janeiro, ocorre a posse dos eleitos em outubro. Caso não consiga uma autorização para estar na cerimônia, a vice-prefeita eleita, Ana Rossi, assumirá o comando da cidade. Lins terá dez dias para ser empossado. Caso contrário, Ana deixará o status de “prefeita em exercício” para assumir definitivamente a cadeira.

Veja também  Osasco caminha para se tornar uma cidade inteligente

Lins teve pedido de prisão preventiva decretado no último dia 6 e é investigado na Operação Caça-fantasmas, juntamente com outros 13 vereadores. Além de Rogerio, Karen Gaspar também não se apresentou às autoridades. Andrea Capriotti segue hospitalizada e os outros 11 investigados estão detidos na Penitenciária do Tremembé.

Colaborou: Nilson Martins (QGNoticias)

Avaliação média: 4.6
Total de Votos: 18

Supremo nega Habeas Corpus a Rogerio Lins

6 comentários em “Supremo nega Habeas Corpus a Rogerio Lins

  • 19 de dezembro de 2016 em 18:51
    Permalink

    Nas mãos de Rossi.. ..Osasco também será bem governada….Rossi no meu ver foi um excelente prefeito!!!E sua filha seguirá seus passos.. .lapas nunca mais…

  • 20 de dezembro de 2016 em 06:12
    Permalink

    O povo não tem pra onde correr mesmo, só tem ladrão nesse meio aí…

  • 20 de dezembro de 2016 em 19:56
    Permalink

    E os demais vereadores e funcionários envolvidos?

  • 20 de dezembro de 2016 em 21:17
    Permalink

    Tem que tirar todos colocar novas pessoas e fiscalizar sempre de perto OSASCO está uma merda principalmente na saúde ontem aqui na UPA do jd Conceição não tinha nem médico pq falaram que os contratos estavam vencendo é uma pouca vergonha a saúde morrendo e esses vagabundos curtindo com o dinheiro do povo #REVOLTANTE…..

Fechado para comentários.