AES Eletropaulo se posiciona sobre o fechamento da Casa de Cultura

Publicamos na última semana uma matéria sobre o fechamento da Casa de Cultura de Osasco. A AES Eletropaulo, por meio de sua Assessoria de Imprensa, nos deu um retorno, posicionando-se sobre o assunto.

Através de nota à imprensa enviada ao Osasco Notícias a empresa diz que sempre incentivou o Instituto Agires a buscar outras formas de patrocínio para que não dependesse exclusivamente dos recursos provenientes da empresa.

Além disso, a empresa também se solidarizou com as crianças que frequentam o projeto. E, diz que o Instituto AES continuará com o trabalho voluntário que desenvolveu nos últimos anos.

Confira a nota na íntegra:

Nota à imprensa
A AES se solidariza com alunos e familiares que são atendidos pela Casa de Cultura e Cidadania. Sempre acreditamos no projeto, do Instituto Agires. Tanto que desde 2008, a AES Brasil destinou cerca de R$ 108 milhões para as Casas de Cultura e Cidadania. A gestão da Casa sempre foi e é do Instituto Agires, cabendo a ele decidir por sua continuidade. A AES nunca exigiu exclusividade de patrocínio. Ao contrário. Há cinco anos incentiva o Instituto Agires a alavancar outros parceiros, para que o projeto não fosse dependente de uma só empresa. A AES chegou a aportar recursos para iniciativas culturais de geração de renda a ser revertida para a Casa, uma forma de o projeto tornar-se sustentável.
Importante: a AES não está deixando de investir no desenvolvimento social das cidades e regiões onde atua. O vínculo com a população local, iniciado na Casa de Cultura e Cidadania, está evoluindo. A partir de 2017, a atuação voluntária da AES Brasil passa a ser gerida pelo Instituto AES, que tem como objetivo impulsionar a inovação social na vida de pessoas e comunidades. O grupo já está com projeto em avaliação no Ministério da Cultura, para ser viabilizado. Também espera a entrada das novas gestões municipais, para firmar parcerias com as secretarias de Educação. As iniciativas contemplarão desde atividades focadas na mudança cultural relativa ao uso de energia até programas de geração de renda para famílias da região.

Avaliação média: 4.3
Total de Votos: 18

AES Eletropaulo se posiciona sobre o fechamento da Casa de Cultura