Resolução de problemas: “Que tal hoje?”

Advertisement
Advertisement

Que tal hoje?

Felicidade é um estado, ou seja, ninguém é feliz, as pessoas ESTÃO felizes, ou não. Sabendo disso, podemos entender que ela deve ser trabalhada constantemente. O problema é que condicionamos nossa felicidade a fatores externos. Quem foi que disse que para estarmos felizes precisamos deixar de estar com problemas? Podemos ter alegrias até nas situações mais adversas, e o que é a felicidade senão uma junção de momentos de alegria? Sejam eles pequenos ou grandes e duradouros.

Portanto, eu digo, estar feliz é uma decisão que tomamos. Quando passamos a olhar cada pequeno momento, cada pequeno gesto passamos a valorizar mais tudo que temos. Está tudo ali, basta querermos, ou não.

Temos que aceitar com muita paciência todas as situações adversas que possam surgir, é a teoria da resolução de problemas do budismo (não sei se é do budismo mesmo) ela diz que se não podemos fazer nada para resolver aquele problema não devemos pensar nele (a imagem desse post desenha essa teoria).

Veja também  As redes sociais acabam. Não coloque os ovos no mesmo cesto

Como eu já disse ali em cima, os problemas sempre vão existir e temos que encontrar coisas boas em tudo na vida. Se, por problemas e frustrações não podermos ser felizes, ninguém mais será feliz na vida.

Depois de tudo isso, eu só desejo que você, que leu até o fim (e quem não leu também), possa ser otimista e acreditar que tudo dará certo. Que possa dançar ouvindo “aquela” música, que possa se encantar com uma bela poesia e, por fim, que possa sorrir ao final desse texto!

Paulo Macedo é um dos fundadores do Portal Osasco Notícias e especialista em comunicação digital. Escreve em sua coluna sobre cotidiano, redes sociais, comunicação e política. Siga no Instagram: @iPauloMacedo

Avaliação média: 4.7
Total de Votos: 16

Resolução de problemas: “Que tal hoje?”
Advertisement