Prefeitura de Osasco abre processo para demitir professor de atletismo acusado de pedofilia

A Prefeitura de Osasco emitiu uma nota informando que abriu um processo disciplinar para desligar do quadro de funcionários o professor acusado por duas alunas de prática de atos de pedofilia. 

O professor é funcionário efetivo da Prefeitura há mais de 30 anos, sendo vinculado à Secretaria de Esporte Recreação e Lazer. 

A Secretaria de Esporte Recreação e Lazer alega ainda que o acusado, de 71 anos, é professor efetivo da Prefeitura há mais de 35 anos. 

“Nunca observamos nenhum desvio de conduta do professor. Ficamos chocados com a denúncia e tão logo a recebemos já instauramos um processo administrativo para acompanhar o caso.”, revelou Carmonio Bastos, secretário de esporte. 

Processo administrativo 

Por se tratar de um funcionário efetivo da Prefeitura, não é possível a exoneração imediata do professor. Desta forma abre-se um processo administrativo para que todas as denúncias sejam apuradas e, assim, possam exonerar o funcionário. 

Avaliação média:
Total de Votos:

Prefeitura de Osasco abre processo para demitir professor de atletismo acusado de pedofilia