Morador da região morre, com suspeita de febre amarela

A Secretaria Estadual de Saúde investiga seis casos suspeitos de febre amarela, no Estado de São Paulo. De acordo com informações da própria secretaria, todas as vítimas era homens e teriam viajado para Minas Gerais, estado onde há um surto da doença.

Os seis teriam pego a doença em janeiro, conforme apurou o SPTV e destes, quatro morreram. Um deles, morador de Santana de Parnaíba, estava internado no Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Outras duas mortes foram registradas no Hospital Municipal do Campo Limpo, zona sul de São Paulo. A quarta morte foi na região central do estado, no município de Américo Brasiliense.

Para a Secretaria de Saúde, o fato de as vítimas terem viajado para Minas Gerais indica que a transmissão aconteceu fora de São Paulo. Mas, a situação preocupa, já que o interior do estado é uma área de risco. Doses extras da vacina contra a febre amarela foram solicitadas junto ao Ministério da Saúde, para atender o interior do estado.

Veja também  Parnaíba de Parnaíba ganha anexo de violência doméstica e familiar

“A vacina deve ser aplicada em pessoas que vivem em região onde existe a transmissão. São regiões já bem conhecidas, não tem regiões novas hoje”, disse o coordenador de controle de doenças da Secretaria da Saúde, Marcos Boulos. “No estado de São Paulo, por exemplo, são regiões ao norte, que já é área de indicação de vacina há bastante tempo.”

A vacina é contraindicada para crianças menores de seis meses, idosos, gestantes, mulheres que amamentam, crianças de até seis meses, pacientes em tratamento de câncer e pessoas imunodeprimidas.

Avaliação média: 4.4
Total de Votos: 13

Morador da região morre, com suspeita de febre amarela