Greve Geral paralisa diversos serviços em Osasco

A Greve Geral desta sexta-feira, 28, contra as reformas da Previdência, trabalhista e a terceirização irrestrita, propostas pelo governo de Michel Temer (PMDB), paralisa diversos serviços como ônibus municipais, intermunicipais, trens, bancos além de metalúrgicos e professores municipais e estaduais.

O sindicato dos motoristas e cobradores informou que irão realizar a partir das 03h atos em frente às garagens de ônibus conscientizando sobre a importância da paralisação. Em conversa com a reportagem um sindicalista revelou a pressão da administração municipal sobre as empresas de transportes ameaçando em multar caso os coletivos não rode.

Veja também  Dia Mundial da Dança tem programação especial neste domingo

A Associação dos Professores de Osasco (Apos) informou a Prefeitura solicitando a dispensa do ponto das professores municipais. “O prefeito já foi notificado oficialmente da participação dos professores municipais”, informou a instituição.

250 mil podem ficar sem ônibus em Osasco nesta sexta.

Bancários, urbanitários, servidores da saúde pública e comerciários também confirmaram adesão à greve na cidade.

A Prefeitura de Osasco informou por meio de nota que funcionará normalmente nesta sexta-feira. Já Barueri, Itapevi e Cotia decretaram ponto facultativo.

Avaliação média: 4.6
Total de Votos: 13

Greve Geral paralisa diversos serviços em Osasco