Mais de 32 mil já retiram conversores digital em Osasco

Mais de 32 mil kits para conversão do sinal de TV analógica para digital foram distribuídos gratuitamente em Osasco. No próximo dia 29 deste mês, o sinal da TV analógica será desligada no município. Ao todo o movimento Seja Digital (EAD – Entidade Administradora de Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais TV e RTV) que é responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para digital da televisão aberta no Brasil esperar entregar 57.493 kits.

O kit gratuito com antena e conversor é destinado aos beneficiários de Programas Sociais do Governo Federal como Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Tarifa Social de Energia Elétrica e outros.

Para Maria Divina, a distribuição gratuita dos aparelhos a beneficiários de programas sociais do governo federal será fundamental para que ela e sua família possam ter acesso ao sinal digital de televisão. “Eu não ia ter condições de comprar, nem a minha filha. Achei boa a ideia da distribuição”, disse Maria.

Os kits continuarão a ser distribuídos até 90 dias após o desligamento do sinal analógico nas cidades da Grande São Paulo. A meta é que, até o dia marcado para a desativação do antigo modelo de transmissão, 93% dos moradores da região tenham aderido ao sistema digital. “Vamos manter as entregas até depois da data do desligamento, por um ou dois meses e os pontos de retirada, abertos para que a população possa retirar o produto. Mas trabalhamos para que a população retire os equipamentos o quanto antes para que possa ter tempo de fazer a instalação”, disse Carlos Saldanha, coordenador da Seja Digital à Agência Brasil.

Veja também  Prefeitura abre processo seletivo com 384 vagas

Para saber se sua família tem direita a este benefício o cidadão deve consultar o site www.sejadigital.com.br, ou ligar gratuitamente para 147. É preciso apresentar o número NIS ou CPF. Em Osasco, há 1 ponto de retirada na agência dos Correios na rua República do Líbano, no Centro e, nas cidades do entorno, seis.

Deixe uma resposta