Mãe e filha são alvo de preconceito dentro da Village Centro de Osasco

A compra de materiais para construção não foi muito boa para a jovem B.S. e sua mãe que foram confundidas, na noite desta terça-feira, 28, na Village Centro de Osasco, com um casal homossexual.

Após receber uma boa notícia de uma amiga avisando sobre sua pontuação em um dos vestibulares mais concorridos do país, a Fuvest, ela comemorou com um beijo no rosto de sua mãe e foi severamente advertida por uma vendora. “Andar de braços cruzados vendo os pisos já é um absurdo, mas eu até aturo, mas beijar outra mulher no meio da loja com essa pouca vergonha”, segundo a jovem foram as palavras da funcionária.

“Não me senti ofendida por ela nos confundir com homossexuais, eu me senti ofendida pela forma como ela se dispôs a tratar os próprios clientes. Ela viu muito bem que não estavamos se pegando”, desabafou. Ela ficou indignada com a situação. “O que um beijo na bochecha tem de depravado?”, questionou. “Eu sinceramente não coloco mais o pé nessa loja, não depois que eu notei a capacidade e a liberdade que essa atendente teve pra tratar os clientes”, criticou B.S.

Veja também  Festival de cerveja artesanal traz 25 cervejarias para Osasco

Em nota a empresa condenou a atitude da funcionária. “A Village Home Center, esclarece que não compactua com qualquer tipo de discriminação, estando dentro dos seus valores o respeito as pessoas acima de tudo. Reforçamos também que nossas equipes são formadas por profissionais das mais diversas etnias, orientações sexuais e credos”, disse em nota.

“O evento ocorrido será rigorosamente investigado pela empresa com punições severas aos seus responsáveis”, informou. A loja também comentou que “já está tomando as medidas administrativas e reforçando nossos valores junto a todos os nossos colaboradores”, completou a nota.

A Village solicitou que jovem e sua mãe procure o gerente da loja para esclarecer o fato.

Deixe uma resposta