Malala Yousafzai comemora 18º aniverário, em escola para refugiados

Malala Yousafzai, paquistanesa que venceu o prêmio Nobel da Paz, comemorou seu 18º aniversário nesta semana em um campo de refugiados no Líbano. Acusando os lideres mundiais de terem abandonado crianças sírias, Malala, que em 2012 foi atingida por um tiro na cabeça durante ataque do Talibã, inaugurou uma escola, que atende cerca de 200 meninas, que moram em campo de refugiados.

A escola foi inaugurada em um campo de refugiados informal, que está instalado no vale de Bekaa, região leste do Líbano. “Me sinto honrada de comemorar meus 18 anos, com as corajosas e inspiradoras meninas da Síria”, disse Malala, segundo declaração divulgada em Londres.

Malala criou uma escola que atende cerca de 200 meninas em campo de refugiados.
Malala criou uma escola que atende cerca de 200 meninas em campo de refugiados.

Além da declaração, Malala ainda afirmou que fala em nome de 28 milhões de crianças que, devido aos conflitos armados na região, não podem frequentar uma escola.

Veja também  Ainda sem pagar salários Unifieo anuncia início das aulas

“Neste dia, tenho uma mensagem para os líderes deste país, da região e do mundo: estão falhando com o povo da Síria, especialmente as crianças. Esta é uma tragédia que parte o coração, é a pior crise de refugiados, em décadas”, declarou Malala.

De acordo com números oficiais, o Líbano recebeu, nos últimos anos, cerca de 1,2 milhões de pessoas que fugiram da Síria, devido aos conflitos. Atualmente, Malava vive em Birmingham, Inglaterra. A jovem viajou para o país para receber atendimento médico e hoje vive acompanhada de sua família.

Avaliação média: 4.3
Total de Votos: 17

Malala Yousafzai comemora 18º aniverário, em escola para refugiados