Emidio de Souza: ‘Faltou ao PT explicar o que fizemos por esse estado’

Advertisement
Advertisement

Em entrevista exclusiva para a TV Afiada, de Paulo Henrique Amorim, Emidio de Souza, ex-prefeito de Osasco e Presidente Estadual do PT, falou sobre diversos temas atuais que refletem diretamente no Governo Federal e na relação dos governos do PT, sobretudo do estado de São Paulo, com a opinião pública.

“… provavelmente, na história do estado de São Paulo, nunca o Governo Federal tenha investido tanto neste estado quanto nós investimos…”, disse Emidio, ao ser questionado sobre o ódio ao PT por parte dos paulistas.

Emidio ainda fez uma comparação entre o CDHU e o Minha Casa Minha Vida, criado pelo governo Lula. Na comparação, o ex-prefeito diz que, em 30 anos de CDHU, do Governo Estadual, foram produzidas menos de 500 mil moradias no estado. Já o Minha Casa Minha Vida, apenas nos primeiros 5 anos do programa, entregou mais de 600 mil moradias.

PHA entrevista Emidio de Souza (Reprodução/Youtube)
PHA entrevista Emidio de Souza (Reprodução/Youtube)

Complementando a pergunta, Emidio fala sobre um dos problemas aparentes que levaram à alta rejeição do partido em seu berço.
“Eu acho que falta diálogo. Faltou ao PT e ao governo se apropriar e saber explicar ao povo de São Paulo o que nós fizemos por este estado. E faltou disputar a opinião pública…”

Veja também  Régia e Ribamar batem boca por material escolar

Ainda assumindo a culpa do PT, Emidio diz: “… não é falha de não ter feito. É falha de ter feito e não ter conversado com as pessoas e explicado adequadamente o que foi feito”.

Ainda na entrevista, Emidio também falou um pouco sobre a campanha de reeleição de Haddad em São Paulo. Em defesa do atual prefeito do PT, Emidio comentou sobre a cegueira, onde as pessoas não estão interessadas no que o politico fez e sim a qual partido pertence. Neste caso, podemos adaptar os dizeres de Emidio aos atuais prefeitos do PT em São Paulo, que tentarão a reeleição em 2016, como Jorge Lapas, em Osasco.

Por fim, Emidio, falou sobre a nova estatégia da oposição em relação ao impeachment de Dilma Rousseff, desta vez, tentando se embasar pela rejeição das contas da campanha em 2014 pelo TCU. 

Confira a entrevista completa:

Avaliação média: 4.6
Total de Votos: 20

Emidio de Souza: ‘Faltou ao PT explicar o que fizemos por esse estado’
Advertisement