Datafolha coloca Aécio com 35% das intenções de voto e Lula com 25%

Neste domingo (21) o Jornal Folha de S. Paulo publicou nova pesquisa do Datafolha que sugere dois cenários distintos para disputa presidencial, a pesquisa revelou dados que podem causar surpresa no grande público. Acompanhe os dois cenários abaixo. í

Cenário 1

Neste cenário considera-se que entrem na corrida presidencial os candidatos: Lula (PT), Aécio (PSDB), Marina (PSB), Eduardo Paes (PMDB), Luciana Genro (PSOL) e Eduardo Jorge (PV).

Aécio Neves (PSDB): 35%
Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 25%
Marina Silva (PSB): 18%
Eduardo Paes (PMDB): 2%
Luciana Genro (PSOL): 2%
Eduardo Jorge (PV): 2%
Branco/nenhum: 11%
Não sabe: 5%

Aécio Neves tem 35% das intenções de voto (Foto: Agência EBC)
Aécio Neves tem 35% das intenções de voto (Foto: Agência EBC)

Cenário 2

Já em um segundo cenário onde o candidato Aécio Neves (PSDB) dá lugar ao candidato Geraldo Alckmin (PSDB) atual governador do estado de São Paulo, os números tiveram pequena modificação.

Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 26%
Marina Silva (PSB): 25%
Geraldo Alckmin (PSDB): 20%
Eduardo Paes (PMDB): 3%
Luciana Genro (PSOL): 3%
Eduardo Jorge (PV): 2%
Branco/nenhum: 14%
Não sabe: 7%

Veja também  Lula diz que suposto habeas-corpus não foi de sua autoria

Na pesquisa o Datafolha ouviu 2840 pessoas em 174 cidades brasileiras, a pesquisa foi realizadas nos dias 17 (quarta-feira) e 18 (quinta-feira), a margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Esses números podem servir de parâmetro tanto para o PT que conta com um resultado baixo para o ex-presidente Lula que deixou o governo em 2010 com uma grande aprovação de governo e para o PSDB que pode entrar em disputa interna para definir o próximo candidato em 2018.

 

Avaliação média: 4.6
Total de Votos: 19

Datafolha coloca Aécio com 35% das intenções de voto e Lula com 25%

Um comentário em “Datafolha coloca Aécio com 35% das intenções de voto e Lula com 25%

  • 22 de junho de 2015 em 15:52
    Permalink

    O PSDB está unido e organizado. Focado em fazer oposição ao governo Dilma. Já o PT em frangalhos. Os grupos de Dilma e Lula em guerra pelo poder interno do partido. Um tenta salvar o governo, o outro tenta de descolar do desgaste da presidentA, na tentativa de viabilizar a candidatura de Lula para 2018. Acho que nenhum dos dois se salvará.

Fechado para comentários.