Hospital Regional de Osasco entra no “Megamutirão da Saúde” que vai antecipar exames, consultas e cirurgias

O Hospital Regional de Osasco “dr.Vivaldo Martins Simões”, localizada na ‪rua Ari Barroso, 355‬, Pres. Altino, está no “Megamutirão da Saúde”, realizado entre os dias 18 e 25 deste mês, que vai acelerar o atendimento à população em todas as regiões do Estado. O anúncio da ação ocorreu, nesta quinta-feira, 16, após visita do governador do Estado, Geraldo Alckmin, na AME de Heliópolis, região Sudeste da cidade de São Paulo.

Durante o período, a população poderá antecipar consultas, exames e cirurgias que já estão agendados nos centros de saúde, hospitais e ambulatórios médicos de especialidade (AMEs). A expectativa é que sejam atendidas aproximadamente 60 mil pessoas, em mais de 15 mil consultas, 40 mil exames e cinco mil cirurgias que devem ser realizadas.

“Nós vamos fazer o maior megamutirão de saúde da história de São Paulo porque vamos incluir a capital, a Região Metropolitana de São Paulo, o litoral e o interior do Estado. Começa neste sábado pela manhã (18) e vai até o sábado (25) da semana seguinte”, anunciou o governador.

Alckmin destacou que pessoas que não fizeram agendamento também serão atendidas: “Vamos fazer prevenção de hipertensão arterial e diabetes. Então, a pessoa vai tirar a pressão, fazer exame de glicemia e identificar a pressão arterial e já ser encaminhada para tratamento. De um lado a prevenção e de outro o tratamento e a redução da fila de atendimento”.

Entre os exames programados estão tomografias e ressonâncias diversas, colonoscopias, mamografias, densitometrias ósseas, endoscopias, ultrassonografias e exames cardiológicos e de urologia.
Pacientes também poderão antecipar diversos tipos de cirurgias, como as oftalmológicas (catarata e pterígio), ginecológicas (laqueadura), de pequeno porte infantil (postectomia e hérnia), vesícula, hérnia, cálculo renal, vasectomia e dermatológicas.

Os equipamentos de saúde do Estado promoverão ainda para o público em geral ações preventivas, como testes de glicemia e medição de pressão arterial, além de palestras e orientações de saúde e qualidade de vida. Se nos exames for detectado algum problema de saúde, os pacientes serão encaminhados para tratamento e acompanhamento.

Deixe uma resposta