GCM de Santana de Parnaíba mata a esposa e depois se mata, em Barueri

Na noite de segunda-feira (13), um GCM de Santana de Parnaíba matou a mulher e cometeu suicídio. O crime ocorreu por volta das 23h30, em Barueri, cidade onde residia o casal.

O Guarda Civil Metropolitano, Ronaldo Ferreira dos Santos, de 40 anos, e a professora Marineide Ferreira, 35, moravam juntos há mais de 10 anos e tinham um filho de cinco anos. De acordo com relatos, a professora havia acabado de sair da casa dos pais, onde deixou o filho, quando o crime aconteceu.

Vizinhos contam que ouviram ao menos cinco tiros e, ao entrarem na residência do casal, encontraram Marineide caída na cozinha e Ronaldo na sala. Ao lado do homem estava a arma, que foi apreendida pela perícia.

O homem trabalhava em Santana de Parnaíba, já a esposa, Marineide, era professora em Osasco. Os vizinhos informaram que o casal era reservado e os motivos do crime são desconhecidos. O caso foi registrado na Delegacia de Barueri.

Informações: Record.

Deixe uma resposta